Venezuela ordena expulsão do embaixador do Brasil em Caracas

A Venezuela ordenou neste sábado (23) a expulsão do embaixador do Brasil, Ruy Carlos Pereira, ao declarar que ele é ‘persona non grata’ no país. A decisão foi anunciada por Delcy Rodríguez, presidente da Assembleia Nacional Constituinte venezuelana.

Pereira já estava no Brasil, onde passa as festas de fim de ano, segundo a Globonews. Em nota, o Itamaraty afirma que, se o ato for confirmado, Brasil aplicará as medidas de reciprocidade.

Resposta brasileira

Em resposta, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil divulgou a seguinte nota: “O governo brasileiro tomou conhecimento de declaração de ex-chanceler venezuelana de que o governo desse país teria decidido declarar o embaixador do Brasil em Caracas “persona non grata”. Caso confirmada, essa decisão demonstra, uma vez mais, o caráter autoritário da administração Nicolás Maduro e sua falta de disposição para qualquer tipo de diálogo. O Brasil aplicará as medidas de reciprocidade correspondentes”.

‘Intromissão’ canadense

“Nós decidimos declarar ‘persona non grata’ o encarregado de negócios do Canadá, por sua intromissão permanente e insistente, grosseira e vulgar nos assuntos internos de Venezuela, apesar de a chancelaria venezuelana, e não é de agora, durante anos tem feito chamados de atenção para que se respeite a convenção sobre relações diplomáticas. Persistentemente, [ele] faz declarações, faz uso do Twitter, para pretender dar ordens à Venezuela.”

Já no caso do Brasil, Dercy explicou que o motivo é o fato de o país ter “vulnerado” o “fio constitucional”.

“A chancelaria venezuela fará os trâmites para iniciar este processo declaratório de ‘persona non grata'”, completou ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.