Gasolina nos EUA tem maior preço médio desde 2014



Milhões de americanos estão saindo com seus carros nesta sexta-feira (25) para aproveitar o fim de semana emendado com o feriado de Memorial Day e enfrentam uma preocupação similar à de muitos brasileiros: a gasolina está mais cara.

O preço médio chegou a US$ 2,97 o galão (o equivalente a R$ 2,76 por litro, já que cada galão tem 3,78 litros), segundo a Associação Automobilística Americana (AAA). Isso significa que o preço médio da gasolina nos EUA está 25% maior em comparação com o mesmo feriado no ano passado.

Os preços ao consumidor não andavam tão altos desde 2014, quando ultrapassaram bastante a marca dos US$ 3.

“As pessoas estão percebendo e sentindo o aperto”, disse à rede CNN Patrick DeHaan, diretor de análise de petróleo da GasBuddy, uma plataforma que ajuda os motoristas a comparar preços de gasolina em tempo real.

A AAA diz que 15 estados, incluindo Nova York, Nova Jersey e Illinois, já estão enfrentando preços médios de gás de US$ 3 ou mais. A gasolina na Califórnia e no Havaí, tradicionalmente dois dos estados mais caros, custa acima de US$ 3,70 o galão.

O fim de semana do Memorial Day geralmente coincide com um pico nos preços da gasolina nos EUA, já que a demanda começa a diminuir durante verão e outono do Hemisfério Norte.

Mas DeHaan prevê que a média nacional poderia superar US$ 3 o galão nos próximos dias, antes de recuar. “Este pode ser o ponto alto da temporada”, disse.

“Na primavera há a manutenção das refinarias, e quando termina, vemos os preços subirem à medida que elas produzem mais produtos que depois são consumidos no pico de demanda do verão”, detalhou Matt Smith, diretor de pesquisa de commodities da empresa de análise ClipperData, à rede CNBC.