Funk cresceu mais de 3.000% no streaming fora do Brasil desde 2016

Os Estados Unidos lideram a lista dos países que mais ouvem funk fora do Brasil. Portugal e Argentina aparecem em seguida. Um mapa de calor elaborado pela plataforma mostra o crescimento do gênero no exterior ao longo do tempo

O consumo de playlists de funk brasileiro aumentou 3.421% fora do país nos últimos dois anos, mostra um levantamento do Spotify sobre a internacionalização do gênero. O crescimento global – incluindo o Brasil – foi de 4.694% desde 2016.

O aplicativo tem 13 playlists oficiais dedicadas ao ritmo. Uma das principais, a “Mother Funk”, é promovida apenas no exterior.

Até agora, o funk mais ouvido fora do Brasil em 2018 é “Bum bum tam tam”, de MC Fioti. Em dezembro de 2017, a música ganhou uma versão trilíngue, com participação do colombiano J. Balvin e do rapper americano Future.

A faixa do gênero mais ouvida globalmente na história da plataforma também é uma colaboração internacional: “Vai malandra”, de Anitta com MC Zaac, Tropkillaz, DJ Yuri Martins e o rapper americano Maejor.

Países que mais ouvem funk fora do Brasil
1º – Estados Unidos
2º – Portugal
3º – Argentina
4º – Paraguai
5º – Reino Unido
6º – França
7º – Chile
8º – Espanha
9º  – Canadá
10º  – Itália

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.