Chegadas de imigrantes à Espanha pelo mar triplicaram em 2017

Argelinos e marroquinos reforçaram o fluxo migratório para a Espanha em 2017, aonde as chegadas pelo mar triplicaram, assim como aumentou o número de mortos rumo a esse país.

Com isso, a Espanha se torna a terceira rota de migrantes que arriscam suas vidas no Mediterrâneo para alcançar a Europa.

“No fim do ano, o balanço continua sendo desolador”, adverte a ONG Comissão Espanhola de Ajuda ao Refugiado (Cear).

Os dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM) são eloquentes.

De 1º de janeiro a 20 de dezembro, cerca de 21.500 pessoas chegaram à Espanha pelo mar, depois de terem posto sua vida em risco em precárias embarcações, mediante pagamento às máfias que facilitam a infraestrutura para essas travessias. Esse número é três vezes maior do que o do ano passado (6.046 em 2016), aumentando também o número de mortos e de desaparecidos desde o início do ano corrente. Foram 223 ao todo, 95 a mais do que em 2016.

“Sofremos uma pressão migratória em tudo que é a zona do Mediterrâneo”, da Andaluzia (sul) às ilhas Baleares (leste), resumiu nesta quinta o ministro espanhol do Interior, Juan Ignacio Zoido, em declarações à rádio Cope.

Ao todo, segundo a OIM, 3.116 pessoas morreram, ou desapareceram, na travessia do Mediterrâneo com destino à Espanha até 20 de dezembro. Em 2016, foram 4.967.

A Itália continua sendo a principal porta de entrada para a UE, com quase 119.000 chegadas e 2.832 mortos. Esses grupos são procedentes da Líbia, onde autoridades africanas e europeias se comprometeram a combater as redes de traficantes.

Atrás aparece a Grécia, com 28.800 chegadas e 61 mortos. Desde 2015, o fluxo nesse país vem caindo exponencialmente, devido a um acordo entre UE e Turquia para conter a vinda de refugiados sírios, afegãos e iraquianos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.