Após festa de réveillon, mais de mil garis fazem a limpeza da areia e das ruas de Copacabana no Rio

Foram coletadas 285 toneladas de resíduos sólidos da areia, do calçadão e das ruas transversais e principais do bairro. No réveillon do ano passado, foram recolhidas 290 toneladas.

Mais de mil garis realizaram a limpeza da Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, na manhã desta segunda-feira (1°) depois da festa da virada que, segundo a prefeitura, atraiu 2,4 milhões de pessoas para a areia da praia. Foram coletadas 285 toneladas de resíduos sólidos da areia, do calçadão e das ruas transversais e principais do bairro. No réveillon de 2017, foram recolhidas 290 toneladas.

A limpeza foi concluída às 10h e, por volta das 12h, o presidente da Comlurb informou que o volume de lixo no réveillon aumentou em 20% na cidade, mas em Copacabana, especificamente, houve uma redução.

O presidente da Comlurb, Rubens Teixeira, apostou na reciclagem para a redução fo lixo neste réveollon. “Embora a expectativa de público tenha sido maior, estamos apostando na consciência das pessoas no recolhimento de lixo reciclável. Também começamos uma limpeza com 200 garis no entorno já durante a madrugada” disse Teixeira.

Megaoperação de limpeza
A megaoperação em Copacabana começou na noite de domingo (31), com agentes realizando trabalho preventivo, mas às 6h que os garis começaram o trabalho pesado de limpeza das areias, do calçadão e das ruas do bairro. Ao todo, 1.182 garis e 113 fiscais e agentes ambientais, que contam com o apoio de 700 contêineres, 40 laranjões e 155 viaturas e equipamentos móveis, realizam o trabalho de retirada do lixo.

Além da faixa de areia do Leme ao Leblon, há equipes nas praias da Ilha do Governador, em Sepetiba, Guaratiba, Paquetá, Barra e Recreio, e no Piscinão de Ramos; além do Parque do Flamengo e do Parque Madureira.

Coleta Seletiva
A Coleta Seletiva também teve papel de destaque durante o réveillon. No ano passado, foram recolhidas 45 toneladas de material reciclável, como alumínio, vidro, metal e papel. Esse ano foram instaladas quatro tendas na orla de Copacabana exclusivamente para descarte voluntário de materiais recicláveis.

Na operação desse réveillon, 120 garis da coleta seletiva atuaram na areia, com o auxílio de 17 caminhões, sendo três exclusivamente de coleta seletiva.

O material recolhido foi levado para as Centrais de Triagem de Irajá e Bangu e para cooperativas cadastradas, onde os catadores fazem a separação, o enfardamento e comercializam os recicláveis, garantindo trabalho e renda para os cooperativados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.